terça-feira, 1 de março de 2011

Globosat não disputará os direitos do Brasileirão.


Não é só no âmbito da TV aberta que a disputa pelos direitos de transmissão de 2012-2014 do Brasileirão pega fogo. A Globosat, programadora da Globo e atual detentora das imagens do campeonato, confirmou que está fora da concorrência.

Em entrevista ao colunista do UOL Flavio Ricco, o diretor-geral da Globosat, Alberto Pecegueiro, disse que dois pontos mantêm a empresa longe de um acordo. Em primeiro lugar, a ideia de o Clube dos 13 ser responsável pelas imagens das partidas, afirma, é resultado da aproximação oportunista de grupos de influência junto à entidade.

“Ninguém, nem a TV Globo, no Brasil possui a capacidade que a Globosat tem de gerar, coordenar e trafegar tantos jogos simultaneamente. Não sendo responsáveis por esta parte do negócio, sentimos que nos colocamos numa situação de risco”, afirmou.

O outro fator que deixa a programadora com os dois pés atrás é o motim ocorrido no C13, que, se confirmado, deixará apenas oito times dentro da licitação proposta pela entidade. Se 12 clubes realmente levarem a sério a ideia de negociar por conta própria, não há sequer como entender o que de fato será vendido, conclui Pecegueiro. Segundo o executivo, não há como fazer uma oferta coerente a apenas oito clubes.

←  Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário