domingo, 13 de março de 2011

BOMBA : Muricy Ramalho entrega o cargo e não é mais treinador do Fluminense.



Muricy Ramalho não é mais treinador do Fluminense. Apesar de todo o mistério, ele entregou o cargo, como já era esperado, neste domingo, após o empate em 0 a 0 com o Flamengo, no Engenhão, pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.
Antes do anúncio oficial, Muricy Ramalho ficou reunido com os jogadores por cerca de 30 minutos e se despediu de todo o grupo. O caminho do treinador poderá ser o Santos.

“Eu recebi um comunicado do Muricy Ramalho informando que está deixando o Fluminense, pois ele tinha dois objetivos para ser alcançado. Um era o título e o outro era a melhoria da estrutura do clube, coisa que ele acha que não alcançou e hoje não se sente satisfeito com essa parte. Neste domingo, então, ele pediu para deixar o Fluminense e agradece ao presidente da Unimed (Celso Barros), Alcides Antunes e aos torcedores tricolores”, salientou o presidente do clube, Peter Siemsen.

Há um bom tempo, o treinador já vinha alegando insatisfação com o atual momento político do clube, que culminou com a demissão, no sábado, do vice de futebol Alcides Antunes.

 Além da crise interna no clube, Muricy Ramalho está descontente também com a falta de um CT. Na última sexta-feira, em entrevista coletiva, o treinador reclamou das péssimas condições do gramado das Laranjeiras.

Muricy Ramalho chegou ao Fluminense, para substituir Cuca, no meio da Copa do Brasil, quando os cariocas foram eliminados pelo Grêmio nas quartas de final da competição. O treinador levou o Tricolor ao título brasileiro, mas não vinha fazendo boa campanha no Carioca, quando o time foi eliminado pelo Boavista na semifinal da Taça Guanabara, além do momento delicado no grupo 3 da Copa Libertadores da América.

O treinador comandou o Fluminense em 54 jogos, com 28 vitórias, 15 empates e 11 derrotas. A estreia ocorreu no dia 29 de abril de 2010, quando o Tricolor carioca foi derrotado por 3 a 2 para o Grêmio, no Maracanã, pela Copa do Brasil.


LEIA A NOTA OFICIAL COMPLETA DIVULGADA POR MURICY RAMALHO
 
"Tomei esta decisão há alguns dias, mas devido ao clássico de hoje, achei correto esperar o jogo.

Quando cheguei ao clube foram prometidas duas condições: uma equipe para ser campeã e a melhoria na estrutura física do clube. O primeiro foi conquistado com o título do Campeonato Brasileiro de 2010, e o segundo, a melhoria na estrutura, não foi realizada.

Quero muito agradecer a todos que trabalharam comigo durante esse período e dizer que meu ciclo foi encerrado no clube. Quero agradecer também a Unimed, através de seu presidente Celso Barros, parceiro em todos os momentos, pelo apoio recebido durante todo o meu trabalho, e ao Alcides Antunes, que batalhou junto.

O agradecimento especial é para torcida do Fluminense pelo total apoio enquanto comandei o time. Desejo muito sorte e sucesso a diretoria, a equipe, aos funcionários e torcida”, declarou Muricy Ramalho.
Compartilhar:
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Scroll To Top